Enfermeiro na Cerci

.

Segundo a OMS cerca de 15% da população mundial tem algum tipo de deficiência. Entre 110 milhões (2,2%) e 190 milhões (3,8%) de pessoas com 15 ou mais anos têm dificuldades significativas no funcionamento. As pessoas com deficiência podem apresentar problemas de saúde associados, resultando numa saúde debilitada e exigindo amplos cuidados de saúde. Algumas deficiências mentais têm maior predisposição para a ocorrência de determinadas incapacidades, como na trissomia 21 ou Paralisia Cerebral podem apresentar problemas na acuidade visual.

Apesar destes valores verifica-se, no nosso País, a carência de programas de promoção e prevenção na área da saúde mental e psiquiatria, escassa produção científica nesta área, respostas escassa para as necessidades de grupos vulneráveis, e ainda, uma reduzida participação de utentes e familiares nos cuidados de saúde. Actualmente é prioritário preparar profissionais de saúde para o atendimento de portadores de necessidades es­peciais tendo em vista a promoção de uma assistên­cia humanizada e numa perspectiva inclusiva.

Com a implementação do projeto “Enfermeiro na CERCIAZ” pretendemos intervir junto dos clientes e família, assim como, dos colaboradores da CERCIAZ, fundamentalmente com os objetivos: promoção da saúde, prevenção da doença ou complicações e prevenção de hábitos de risco nessas pessoas.

Para conseguir concretizar os objectivos a ESEnfCVPOA em parceria com a CERCIAZ, disponibilizará serviços de enfermagem a toda a comunidade que esta instituição abrange.